Trem da Serra do Mar

Decidimos aproveitar os dias lindos de sol e calor que estão fazendo no inverno desse ano pra fazer um passeio diferente. Escolhemos o sábado pra fazer o passeio de trem de Curitiba até Morretes no Paraná. Temos lugares lindos pra conhecer e tantas coisas legais pra fazer tão perto da gente e muitas vezes não damos valor, né?!?

A América Latina Logística – ALL é que é a proprietária do trilhos que cruzam o Paraná e levam diversos trens de carga rumo ao Porto de Paranaguá. Quem tem a concessão pra operar a linha de turismo desde 1996 é a Serra Verde Express, que opera mais 2 linhas de trens no país: o Trem do Pantanal e o Trem das Montanhas Capixabas. Mais informações: http://www.serraverdeexpress.com.br/.

trem1

O trem parte as 08h15min diariamente da estação Rodoferroviária de Curitiba. Você pode escolher entre as tarifas: Econômico, Turístico, Executivo, Litorina de Luxo (que sai em outro horário), Camarotes e Litorina Standard. Nós optamos por um pacote que incluia ingresso categoria Turístico (com lanche e uma bebida a bordo), almoço típico (sem bebidas), acompanhamento de guia local, City tour em Morretes e Antonina e retorno de van pela Estrada da Graciosa. Nós vendemos esse pacote na agência com o mesmo preço do site e esse mês de agosto está em promoção #ficaadica 🙂

trem2

Lanche servido no trem

O passeio é muito gostoso e interessante. Em todos os vagões há um guia acompanhando e falando sobre a história da ferrovia e da região, assim como sobre a vegetação que começa com as araucárias, típicas do Paraná e termina com a Mata Atlântica. Durante o passeio é possível observar a diversidade da flora e da fauna locais, assim como pontes, túneis, rios, represas e cachoeiras da região, o que com o tempo colaborando torna tudo ainda mais bonito!

Por ser uma região de serra, pode ser que no inverno tenha bastante neblina e muitas vezes chuvisco, por isso aconselho ir no verão, onde a probabilidade de tempo bom é maior. Como falei, nós aproveitamos que a previsão era de tempo bom, mesmo assim chegamos em Curitiba com muita neblina, que logo se dissipou e só em alguns momentos pegamos algumas nuvens.

trem3

Um pouco da paisagem vista do trem

O percurso tem previsão de chegada em Morretes por volta de 11h30min, por questão de segurança, em alguns pontos quando passa dentro das cidades, o trem não pode ultrapassar 15km/h, além disso sempre que passa por um trem de carga, ele precisa parar e esperar o outro trem passar, o que pode atrasar a chegada.

Nós desembarcamos em Morretes as 12h30min (todos os vagões estavam lotados!) e fomos com nossa guia local almoçar no Restaurante O Celeiro, que também abriga uma pequena pousada. Ele fica um pouco mais retirado no centro mas o lugar é lindo! Fomos servidos com o tradicional Barreado, carne bovina desfiada com molho e servida com farinha de mandioca, banana da região e arroz branco, bem gostoso! Também tínhamos à disposição diversas saladas, peixe embanado e frito, camarões fritos e molho de camarão, estava uma delícia!

almoço

Meus companheiros de passeio no restaurante

Depois do almoço tivemos um tempo livre pra conhecer o centrinho de Morretes, apenas 30 minutos, muito pouco pra aproveitar e apreciar esse lugar tão bonitinho! Na praça central haviam barraquinhas com produtos da região: cachaças, bolachinhas, bala de banana, artesanato, entre outros. Aproveitamos e fomos tomar sorvete, especialmente o de gengibre, tradicional da cidade. Depois pegamos a van e fomos pra Antonina, cidade vizinha e também colonizada por portugueses, que mantém ainda poucas construções da época.

morretes

Morretes

Nosso retorno foi através da Estrada da Graciosa, como é conhecida a PR-410 e antiga rota dos tropeiros que iam em direção ao litoral paranaense. O trajeto possui muitas curvas acentuadas e boa parte é ainda de paralelepípedo. A estrada em si e a vegetação ao redor são bonitos e conservados. Também há diversos mirantes para contemplação da paisagem ao longo do caminho.

antonina

Antonina

O passeio foi uma delícia! Acho que o pacote que pegamos valeu bastante a pena, principalmente pelo almoço delicioso e pela comodidade do retorno com a van. Para quem quer ficar mais livre, é possível retornar com um ônibus de linha, da empresa Graciosa, mas como há poucos horários, principalmente aos finais de semana que a demanda é maior, é bom comprar a passagem antes mesmo de fazer o passeio. Também é possível retornar pra Curitiba de trem, que sai as 15hrs da estação de Morretes e chega em Curitiba por volta de 18h30min. É mais demorado mas também mais barato que a descida.

trem4

Um pouco mais da beleza da região

Pra quem ainda não conhece ou já tem uma viagem programada pra Curitiba, recomendo que aproveite e faça esse passeio que vale muito a pena!!!